fbpx

Blog

Este foi daqueles livros que esteve na minha secretária durante alguns meses. Foram muitas as vezes que, com outras prioridades à frente, olhava para ele com desejo de o ler. Mal eu sabia que muito do que procurava em cada dia estava mesmo ao meu lado.

“Grit” significa, em sentido lato,  “pedaço pequeno de pedra”. Porém é muito mais do que isso. A meu ver há uma expressão em português que espelha toda a dimensão desta pequena palavra: “ter garra”. E tu vais perceber que “ter garra” é uma das melhores competências que podes desenvolver em ti e nos outros.

Ao longo das páginas vais viver um debate intenso para responder a uma pergunta: o que conta mais para o sucesso, o talento ou a garra? A resposta, dada através de uma abordagem científica, pessoal, simples e prática, vai-te surpreender.

Entre as melhores aprendizagens que fiz com esta leitura há duas que se destacam. A primeira é que isto de “ter garra” não é uma competência, é o somatório de algumas competências essenciais e desafiantes de desenvolver. A segunda, mais pessoal, é que, o sucesso, mesmo não sendo imediato, é sempre proporcional à garra com que enfrentas a vida.

É um livro de leitura obrigatória, para grandes e pequenos.